ComexData

 Impressão

13.9.2017 - Brasil e Argentina realizam V Reunião da Comissão de Produção e Comércio bilateral (MDIC)

 

O Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) e o Ministério da Produção da Argentina promovem, hoje e amanhã (13 e 14), a V Reunião da Comissão de Produção e Comércio entre Brasil e Argentina. Estão incluídos na pauta temas como comércio bilateral, defesa comercial, serviços, facilitação de comércio, acesso a mercados, cooperação regulatória, promoção de exportações e investimentos, compras governamentais, empreendedorismo e inovação.

 

Os ministros Marcos Pereira, pelo lado brasileiro, e Francisco Cabrera, pelo lado argentino, se reunirão na quinta-feira (14), no MDIC, para discutir temas relacionados ao comércio entre os dois países. Antes, haverá um encontro de alto nível coordenado pelos secretários de comércio do Brasil, Abrão Árabe Neto, e da Argentina, Miguel Braun.

 

A Argentina é o principal parceiro comercial do Brasil na América Latina e o terceiro maior parceiro, em todo o mundo. Até agosto, as exportações brasileiras para a Argentina foram de US$ 11,4 bilhões, com um crescimento de 30% na comparação com os oito primeiros meses de 2016. As importações de produtos argentinos pelo Brasil, por sua vez, aumentaram 6,7%, no mesmo período comparativo, somando agora US$ 6,1 bilhões.

 

Para o ministro Marcos Pereira, a relação comercial entre Brasil e Argentina é muito relevante para o crescimento econômico dos dois países. "É um comércio de altíssimo nível, focado em bens industrializados", ressaltou. Cerca de 95% das exportações brasileiras para a Argentina e 80% das vendas argentinas para o Brasil são compostas por produtos industrializados.

 

Além disso, Marcos Pereira reitera que a Comissão de Produção e Comércio Brasil-Argentina é fundamental para o diálogo "abrangente, aberto e produtivo entre os dois países", o que, segundo ele, garante avanços expressivos para o desenvolvimento, crescimento econômico e geração de emprego das duas maiores nações da América do Sul. O ministro destaca ainda que o diálogo permanente garante a dinamização da integração, o comércio e as oportunidades de negócios bilaterais.

 

Mercosul

 

Na agenda da reunião bilateral, ainda há temas relacionados ao Mercosul, como as negociações com a União Europeia e com o EFTA e a aproximação com outros países. O objetivo é conciliar as posições e facilitar o processo decisório regional.

 

Propriedade Industrial

 

Está prevista para esta quinta-feira (14) a assinatura do Memorando de Entendimento entre os Institutos Nacionais de Propriedade Industrial dos


By ComexData Voltar para página inicial | Voltar | Voltar ao topo | Imprimir| Enviar por e-mail